CORRENTE GALVÂNICA

A corrente galvânica foi criada por Luigi Galvani e em 1791 fez sua primeira publicação sobre a ação da corrente no movimento muscular.



A corrente galvânica trata-se de uma corrente elétrica polarizada contínua unidirecional, ou seja, possui fluxo de elétrons constante em uma única direção e sem frequência, por isso não se encaixa na definição de correntes segundo sua frequência.



Existem diversos aparelhos com diferentes tipos de eletrodos. Mas não podemos nos esquecer que sempre que se tratar de corrente galvânica, por ser polarizada, possui um eletrodo ativo e um dispersivo. Ao eletrodo positivo damos o nome de ânodo e ao negativo cátodo.



Quando trabalhamos com esta corrente, alguns cuidados são necessários, pois a mesma pode gerar queimaduras dependendo do tipo de eletrodo e das polaridades.

No polo positivo, há uma concentração de OH (radical hidroxila) , ocorrendo a eletrólise (rompimento da membrana de H2O, água), gerando grande quantidade de H+ podendo haver formação de ácido clorídrico no local.

Já no polo negativo há atração pelo H+ (hidrogênio) podendo haver a formação de NaOH (hidróxido de sódio) podendo ter lesões no local. Mas como benefícios gera no local liberação de energia em forma de calor e vasodilatação.


Você sabia que é possível fazer drenagem com a corrente galvânica?


Quando temos um edema que chamamos de mole, que tem alta concentração de Na² (sódio), colocamos o eletrodo positivo sobre o edema e o eletrodo negativo próximo ao linfonodo mais próximo do local. Porém se o edema é o que chamamos de edema duro, este tem alta concentração de proteína, neste caso colocamos o eletrodo negativo sobre o edema e o eletrodo positivo no linfonodo mais próximo.



Nunca devemos usar eletrodos adesivos no uso da corrente galvânica, pois poderá gerar queimaduras mais facilmente.

Na literatura encontramos que o tempo máximo que devemos trabalhar com a corrente galvânica é de 10-15 minutos e intensidade máxima de 12 mA.

A conta para sabermos a intensidade ideal é simples. Se temos uma área de 50 cm², fazemos:


Intensidade = 50 x 0,2 = 10mA


Para que não ocorra nenhuma lesão na pele é só trabalhar dentre os parâmetro corretos, lembrando: tempo máximo 15 minutos e intensidade 12mA.




CARACTERÍSTICAS POLARES


Polo negativo:

  • Irritante e estimulante

  • Vasodilatador

  • Capacidade de hidratar os tecidos

  • Amolece tecidos endurecidos

  • Elevação do pH



Polo positivo :

  • Analgesia e sedante

  • Vasoconstritor

  • Capacidade de drenar os tecidos

  • Redução do pH

O melhor de tudo é que esta corrente é de baixo custo e podemos trabalhar inúmeros tratamentos, tanto faciais como também faciais. Nos próximos artigos irei mostrar as variações desta corrente, como por exemplo a iontoforese e o eletrolifting.


Quer saber mais sobre eletroterapia? Conheça nossa plataforma de cursos Estéticaplay

Planos a partir de R$ 57,00 ao mês. Peça sua demonstração gratuita (11) 98581-2752


Gostou deste artigo? Deixe seu comentário 😍

by Dra Meirielli Osi



Posts recentes

Ver tudo

Dúvidas e Suporte

Curso é voltado apenas para Profissionais da área de estética e formandos, é imprescindível o acompanhamento médico de rotina

codificação
Chamada de Suporte

ORSI COSMÉTICOS Ltda. - CPF/CNPJ: 34.110.605/0001-57 - © 2020 EstéticaPlay. Todos os direitos Reservados.